André Kértész

20140619-112418-41058468.jpg

Um excelente documentário (BBC, 1983) sobre um dos maiores fotografos que o mundo já conheceu e, já agora, um dos meus favoritos: o grande André Kértész.

Não percam este capítulo obrigatório de qualquer História da Fotografia.

JMPhoto – Lusaka Blues

20140613-235736-86256468.jpg

Em Lusaka, encontrei um fantástico grupo de música de fusão, algures a meio caminho entre o blues e a música tradicional. Não sei o nome do grupo, mas fez-me lembrar os sons da excelente série “Les Ethiopiques“.

O grupo e o clube onde actuavam tiveram a gentileza de me deixar fazer uma rápida série de fotografias sem flash. Aqui fica uma amostra, as restantes estão no site -

JMPhoto, na página Olhar Outros Olhares.

20140613-235736-86256960.jpg

20140613-235736-86256698.jpg

20140613-235737-86257224.jpg

Life

‘Life is like a box of chocolates. You never know what you’re gonna get.’

Forrest Gump’s Mom

Aniversário

IMG_0406.JPG

No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu era feliz e ninguém estava morto.
Na casa antiga, até eu fazer anos era uma tradição de há séculos,
E a alegria de todos, e a minha, estava certa com uma religião qualquer.

No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu tinha a grande saúde de não perceber coisa nenhuma,
De ser inteligente para entre a família,
E de não ter as esperanças que os outros tinham por mim.
Quando vim a ter esperanças, já não sabia ter esperanças.
Quando vim a olhar para a vida, perdera o sentido da vida.

Sim, o que fui de suposto a mim-mesmo,
O que fui de coração e parentesco.
O que fui de serões de meia-província,
O que fui de amarem-me e eu ser menino,
O que fui — ai, meu Deus!, o que só hoje sei que fui…
A que distância!…
(Nem o acho…)
O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!

O que eu sou hoje é como a umidade no corredor do fim da casa,
Pondo grelado nas paredes…
O que eu sou hoje (e a casa dos que me amaram treme através das minhas lágrimas),
O que eu sou hoje é terem vendido a casa,
É terem morrido todos,
É estar eu sobrevivente a mim-mesmo como um fósforo frio…

No tempo em que festejavam o dia dos meus anos…
Que meu amor, como uma pessoa, esse tempo!
Desejo físico da alma de se encontrar ali outra vez,
Por uma viagem metafísica e carnal,
Com uma dualidade de eu para mim…
Comer o passado como pão de fome, sem tempo de manteiga nos dentes!

Vejo tudo outra vez com uma nitidez que me cega para o que há aqui…
A mesa posta com mais lugares, com melhores desenhos na loiça,
com mais copos,
O aparador com muitas coisas — doces, frutas o resto na sombra debaixo do alçado—,
As tias velhas, os primos diferentes, e tudo era por minha causa, No tempo em que festejavam o dia dos meus anos…

Pára, meu coração!
Não penses! Deixa o pensar na cabeça!
Ó meu Deus, meu Deus, meu Deus!
Hoje já não faço anos.
Duro.
Somam-se-me dias.
Serei velho quando o for.
Mais nada.
Raiva de não ter trazido o passado roubado na algibeira!…

O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!…

Álvaro de Campos

Dia Mundial da Fotografia

Hoje, 19 de Agosto

India-175.jpg

Fotografia: Rajastão, India, por João Martins Pereira

Colmeias

20130918_00026

Fotografias: João Martins Pereira

Muhammed Muheisen

mm117_large

mm121_large

Muhammed Muheisen, um jordano nascido em Jerusalém, um grande fotógrafo de acção, um foto-repórter de guerra e zonas de conflito. Um trabalho de coragem e risco, documentos violentos, imagens que nos fazem pensar.

AP110427125122_large

105_large

mm178_large

mm196_large

mm165_large

mm101_large

114_large

Muhammed Muheisen was born in Jerusalem in 1981 and graduated with a degree in journalism and political science in 2002. He is currently based in Islamabad, as the Associated Press chief photographer of Pakistan. Muheisen joined AP in 2001, covering major events in the Middle East, the Israeli-Palestinian conflict, and the Iraqi conflict, as well as events in Saudi Arabia, China, Afghanistan, Yemen, Egypt, Syria, and France.

Muheisen’s work has received many international awards, among others Breaking News Pulitzer Prize of 2005 for covering war in Iraq, POYI, Picture of the year 2007, of Saudi Arabia of the Annual Muslim pilgrimage, best Multimedia of the Annual Israeli photo contest of 2007, honorable mention Atlanta photojournalism seminar of 2008 and photo of the year of the Annual Israeli photo contest of 2008 with two first prizes and two second prizes in different categories, two prizes in the Atlanta photojournalism seminar of 2009, 6 prizes in the Annual Israeli photo contest of 2009 and a Prize in the French Festival Du Scoop of 2009, a Prize in the National Headliner awards of 2009 and Feature Photos of portraits in Pakistan in APME 2010, and most recently, 2011 APME News Photos award for his series on unrest in Yemen and the John L.Dougherty Award for exemplary work by an AP staff member who is 30 years old or younger, 5 prizes in Yonhap International Press Photo Awards of 2011, Honorable Mention in ONASIA Photojournalism Contest 2011, Gold and Bronze prizes in 11th Asia Media Awards 2012, first prize in 78th National Headliner Awards 2012, participant in the World Press Photo Joop Swart Masterclass of 2012, and Breaking News Pulitzer Prize of 2013 from the civil war in Syria, his work has been exhibited at Visa pour l’Image, in Perpignan, France and recently named TIME Magazine’s Best Wire Photographer of 2013.