Livros – III

Nos idos de 2007, eu e a Margarida Araújo reencontrámo-nos, ao fim de quase 30 anos de contacto perdido. Participávamos, à data,  na mesma comunidade fotográfica, o “1000 imagens” .  Curiosamente, ou talvez não, o contacto, a princípio anónimo, surgiu por causa das fotografias da Foz do Arelho, paixão antiga comum, que ambos íamos publicando com regularidade.

Um dia, a Margarida falou-me da Associação Mar d’Água, um projecto  de defesa e divulgação do património único que é a Lagoa de Óbidos (que, para nós. os indefectíveis, será sempre a Lagoa da Foz), que, confesso, não conhecia.

Assim vim a conhecer a Ana e o Luís Costa Leal e o João Pedro Pina, hoje bons amigos, os espíritos generosos e dedicados por detrás da Mar d’Água.

Entre os várias actividades que desenvolvia, a Mar d’Água pretendia fazer uma exposição de fotografias sobre a Lagoa. A ideia era tornar a exposição viva e de impacto público, recorrendo para isso às montras de estabelecimentos comerciais nas Caldas e em Óbidos, as duas sedes de concelho com jurisdição sobre a Lagoa. A exposição fez-se, teve uma divulgação simpática na imprensa, e a Lagoa veio, como pretendíamos, ao encontro das pessoas nas ruas das Caldas e de Óbidos.

Mantivemos contacto, já transformado em amizade, e surgiu a ideia de passar algumas das fotografias a livro. Convidados os autores a participar, encontrado o patrocínio e reunidas as boas-vontades necessárias para assegurar a concepção gráfica, o projecto vingou e o livro começou a tomar forma.

Surgiu assim o “Lagoa de Óbidos, 4 quadrantes e 20 Olhares” (capa acima).

Fizemos uma sessão de lançamento público em Óbidos, com exposição de algumas das fotografias do livro. A exposição foi depois apresentada nas Caldas e o livro esgotou a edição. Foi um projecto que desenvolvemos com grande entusiasmo e dedicação e de que nos orgulhamos.

À Margarida, a Ana, ao Luís e ao João Pedro o meu agradecimento pela amizade e a saudade das noites de conversa, discussão, ideias (tantas vezes erráticas e desordenadas, como convém) e riso.

3 responses to “Livros – III

  1. Margarida Araújo

    ai que fiquei com lágrima de emoção

    gostei muito do que no teu site e como ele se nos apresenta
    virei muitas vezes, para te ver a rir rodeado de trombas e todo o mundo que vês e também o que escreves
    bjs
    rouxinola das alturas

  2. Pingback: Margarida Araújo | Caixa Negra

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s