Homesick

Foz

F

20120915_00036

20130216_00038 Fotografias: Foz do Arelho – João Martins Pereira

O facto de passar o Domingo de Páscoa a trabalhar num país muçulmano – onde o domingo é dia normal de expediente e a Páscoa não tem significado religioso ou social – traz, pelo menos, alguma nostalgia.

Memórias de tempos idos (próximos ou distantes) e felizes, lembranças dos que estão e dos que já partiram, percepções extra-sensoriais agudas de cheiros, sons e sabores que nos faltam

Talvez seja a tudo isto, misturado e indistinto, que alguém chamou um dia saudade. Que reclamamos como nossa, um exclusivo da sentimental e fatalista portugalidade, mas que, creio, tem mais a ver com o instinto animal – mais que humano – de pertença.

Qualquer que seja a forma, a exuberância ou a língua em que se expresse, o sentimento de pertencermos a um lugar, ancora-nos a existência, traçando-nos o rumo de retorno.

Senão, seria a angustia da errância. Ouçam esta belíssima canção dos Kings of Convenience.

Homesick

I’ll lose some sales and my boss won’t be happy,
but I can’t stop listening to the sound
of two soft voices
blended in perfection
from the reels of this record that I’ve found.

Every day there’s a boy in the mirror asking me…
What are you doing here?
Finding all my previous motives
growing increasingly unclear.

I’ve traveled far and I’ve burned all the bridges
I believed as soon as I hit land
all the other options held before me,
would wither in the light of my plan.

So I’ll lose some sales and my boss won’t be happy,
but there’s only one thing on my mind
searching boxes underneath the counter,
on a chance that on a tape I’d find…
a song for someone who needs somewhere to long for.

Homesick.
Because I no longer know where home is.

(A canção foi-me sugerida pelo post do Paranóias)

9 responses to “Homesick

  1. E nada como voltar a ouvir a música e acompanhar a letra aqui no post.
    Obrigada pela referência.

    Bonitas fotos!
    A minha história com esta dupla foi especial… Passaram por cá (não tinha ouvido falar neles até então, apenas confusão com o nome Kings of Leon – que nada têm a ver, apenas a palavra Kings)… mas quando vi que o espectáculo estava quase esgotado, pensei: Tenho que comprar bilhete, porque devem ser muito bons.
    Bom… apesar de bem afastado do palco, lembro-me deste espectáculo… e fiquei fã! São dois grandes amigos, que cresceram juntos… e, lá está, formam uma dupla sensacional. O Teatro estava, relembre-se, mesmo esgotado… e o público delirou…

    Portanto, nalguma hipótese de os ver ao vivo, só há um conselho: NÃO PERDER!🙂

    Abraço e boa Páscoa.

  2. Parece panaceia, mas às vezes resulta.
    Always looking for the bright of life…

    Abraço
    Jimmy

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s