JMPhoto – Reservatório da Patriarcal

image

Actualizei o meu site JMPhoto com uma galeria dedicada ao magnifico Reservatório da Patriarcal, em Lisboa.

Visitem-me, comentem, critiquem !

image

image

image

Instalado no subsolo do jardim do Príncipe Real, o Reservatório da Patriarcal, também denominado por Reservatório da Praça de D. Pedro V, foi projectado em 1856, integrado no projecto de abastecimento de água a Lisboa do Engenheiro francês Louis-Charles Mary.

Programado para abastecer a zona baixa da cidade de Lisboa, este reservatório foi construído entre 1860 e 1864. A sua forma octogonal coincide com a do polígono representado pelo gradeamento de ferro em volta do lago que está localizado sobre o depósito, no centro do jardim do Príncipe Real.

A cisterna, inicialmente abastecida pelo Aqueduto das Águas Livres e a partir de 1833 pelo sistema Alviela, foi edificada em alvenaria de pedra, sendo composta por dois compartimentos com capacidade total de 884m3 de água. A função principal deste reservatório foi a regulação da pressão entre o Reservatório do Arco (na Rua das Amoreiras) e a canalização da zona baixa da cidade.

Os trinta e um pilares de 9,25 metros, com diferentes larguras, suportam os arcos em cantaria, que por sua vez sustentam as abóbadas. Sobre as abóbadas assentou a bacia (lago) munida com o repuxo. Tanto o lago como o repuxo estariam destinados a arejar as águas antes delas entrarem no depósito.

A água repuxada entrava no reservatório através de quatro aberturas colocadas no fundo da bacia, munidas com tubos que se prolongavam até à superfície da água e que funcionavam como escoadouros.

Partem deste reservatório três galerias :

A primeira rompe da parede de Leste (à altura de 3 metros do fundo) e vai encontrar a galeria do Loreto. Era responsável pelo transporte de água do Reservatório do Arco
A segunda galeria, localizada por baixo da primeira, seguia até à Rua da Alegria onde terminava
A terceira galeria partia da parede do lado ocidental em direcção à Rua de S. Marçal e abastecia a zona poente de Lisboa

O Reservatório da Patriarcal foi desactivado no final dos anos 40, do século XX. Desde 1994 está integrado no Museu da Água que promove e dinamiza visitas livres e guiadas a este espaço.

Fonte: EPAL

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s